CredRisk Seguros

Benefícios que as empresas podem conquistar com o Seguro de Crédito

13-agosto-2018_credrisk_facebook

Você sabia que milhares de empresas no mundo asseguram seu resultado financeiro com o Seguro de Crédito? Esse tipo de seguro é uma proteção contra a inadimplência de vendas a prazo, que indeniza a empresa segurada (credor) que não receber os créditos concedidos a seus clientes (devedores).

A contratação do Seguro de Crédito pode trazer diversos benefícios para sua empresa, mas dois se destacam para os CEOs:

1. Boa Governança Corporativa

 

O velho e conhecido Seguro de Crédito é reconhecido pelas auditorias como uma “ferramenta” eficaz para reduzir este efeito nos resultados e evitar a necessidade de aumentar as provisões para devedores duvidosos no balanço.

Por um prêmio de seguro modesto, pode-se reduzir essa provisão e, desta forma, reduzir também o impacto nos resultados operacionais das empresas. As provisões para esse tipo de devedores não são despesas dedutíveis para fins de imposto de renda, diferentes do prêmio de seguro, que é dedutível.

2. Atingir os objetivos e resultados projetados

Atualmente, a macro economia brasileira está extremamente volátil e é difícil de fazer previsões. Os clientes e fornecedores estão sofrendo a mesma pressão. Algumas dessas empresas não vão resistir a essa incerteza e pedirão recuperação judicial e/ou falência no próximo ano. Nem sempre é fácil para que o CEO e suas equipes prevejam que seus clientes estão em maus lençóis.

Historicamente, uma das maiores causas para que uma empresa entre em recuperação judicial e/ou falência é justamente em função de um cliente importante e relevante se tornar insolvente, e não honrar com seus pagamentos à empresa.

Nesses casos o Seguro de Crédito protege um dos maiores e mais importantes ativos do balanço, o “contas a receber”.

CEO’s normalmente não dão a devida atenção e proteção ao “contas a receber” porque não acreditam que este ativo está exposto a riscos. Eles confiam que suas equipes irão prever estes tipos de riscos e não compram a devida proteção securitária para garantir a insolvência dos seus clientes.

Fazem seguro de incêndio da fábrica, apesar da baixa frequência de sinistros, mas não fazem seguro do “contas a receber”. Os dois riscos têm o mesmo efeito em relação à “severidade” no resultado financeiro da empresa, e ambos os riscos, sem seguro, podem levar a empresa à bancarrota.

Quer quanto seria o faturamento adicional necessário para sua empresa para repor o lucro em caso de inadimplência? Utilize nosso simulador de recuperação de lucro e saiba como: