CredRisk Seguros

Como o seguro de crédito pode reduzir o impacto da maior inadimplência dos últimos 12 anos?

O maior nível de inadimplência em 12 anos

De acordo com a pesquisa Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), encomendada recentemente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o país atingiu o maior nível de inadimplência em 12 anos em fevereiro e as expectativas não são as melhores em curto prazo.

Afinal, diversos fatores ainda dificultam um prognóstico exato sobre o cenário daqui para frente, tais como as incertezas sobre o futuro da pandemia, a recente guerra iniciada na Europa, crise política interna, eleição de 2022, entre muitos outros.

E em meio a toda essa confusão, resta aos gestores e empresas tomarem decisões assertivas e apostarem em soluções viáveis para lidar com o problema.

Quer saber mais e conferir dicas práticas sobre o tema? Então, continue até o final e tome nota!

 

Qual o atual cenário apontado pela pesquisa sobre o nível de inadimplência?

 

A inadimplência sempre foi um fator de preocupação no Brasil, porém, como bem apontou a recente pesquisa, este nível atingiu patamares que há tempos não víamos por aqui.

Para se ter uma ideia melhor sobre os números, o levantamento mostra que, a cada 10 famílias, quase três têm contas em atraso. Ou seja, 27% das famílias brasileiras já têm uma dívida nas costas a ser quitada.

Em janeiro deste mesmo ano, este número estava em torno de 26%, o que mostra que o nível de inadimplência tem aumentado gradativamente.

Fora isso, o estudo ressalta que 10% dessas pessoas endividadas não têm, sequer, plano ou condição para quitar suas dívidas e, obviamente, isso tem um impacto profundo no mercado e nos negócios em geral.

 

Quais são os principais motivos pelo crescimento da inadimplência?

Como bem destacado, a inadimplência é um fator de risco presente em qualquer mercado e ela sempre fará parte da realidade de empresas e cidadãos.

No entanto, em tempos atuais, diversos fatores passaram a contribuir e a impulsionar este cenário, o que passa a ser preocupante em diversos setores econômicos.

Como exemplo, podemos destacar os seguintes fatores:

  • Os impactos da pandemia;

 

  • Aumento do desemprego;

 

  • Menor poder de compra da população;

 

  • Risco de crise econômica generalizada;

 

  • Baixo investimento de capital estrangeiro no país;

 

  • Fechamento de empresas e negócios;

 

  • Incertezas sobre a recente guerra na Europa;

 

  • Crescimento inflacionário.

 

E quais são as saídas viáveis para o seu negócio nesse cenário?

 

Quando o nível de inadimplência atinge patamares como os atuais, é fundamental tomar uma posição estratégica no negócio, no intuito de assegurar a sua saúde financeira e, ao mesmo tempo, não abrir mão das vendas e das negociações. E uma das saídas mais eficientes para isso é o chamado Seguro de Crédito, uma solução inteligente e segura, que visa ressarcir suas vendas a prazo em caso de inadimplência ou atraso nos pagamentos.

Ou seja, é uma forma de manter as vendas em dia, com a garantia de retorno financeiro, mesmo em tempos de crise e de riscos de inadimplência.

Em resumo, esse é um pequeno panorama sobre o nível de inadimplência atual no cenário brasileiro e quais soluções podem ser investidas, a fim de evitar ou minimizar os riscos inerentes a este problema.

E se você quer saber mais sobre o Seguro de Crédito e seus benefícios práticos, não hesite em agendar uma conversa com um especialista da CredRisk, seguradora especializada no assunto com mais de 15 anos de atuação no mercado.

Descubra as Tendências de 2022 para a Gestão do Risco de Crédito

Deixe um comentário: